Banner- Saúde da Mulher

cada fase, cuidados específicos

Idade diferente, cuidados específicos. Da infância à “melhor idade”, a mulher necessita de atenção especial para cada momento. É a primeira menstruação, a mudança do corpo, a menopausa... Confira as orientações da equipe de Ginecologia do Hospital Santa Virgínia para cada fase da vida.

Imagem responsiva

10 - 20 anos

Transição da infância para a adolescência, com isso, muitas mudanças ocorrem na menina a partir dos 10 anos. Nesta etapa, é necessário ter uma orientação adequada para o desenvolvimento saudável.

Imagem responsiva

20 - 40 anos

A partir dos 20 anos, a mulher entra no auge da fase reprodutiva. Novos acompanhamentos são necessários, entre eles, a realização do Papanicolau (para a prevenção do câncer de colo do útero). Também começa um controle maior do colesterol, triglicérides, hormônios e glicose, com o objetivo de prevenir e controlar doenças crônicas.

Imagem responsiva

40 - 50 anos

Mais experiente, mais mudanças! Nesta etapa, com a chegada da menopausa, por volta dos 45 anos, a mulher costuma sentir ondas de calor ou fogachos, irregularidades nos ciclos menstruais e oscilação de humor. Isso ocorre devido ao declínio na produção de hormônio. Este é o momento de intensificar os cuidados de prevenção à osteoporose e ao câncer de mama e colorretal.

Imagem responsiva

+ 50  anos

Seja bem-vinda, maturidade! Os cuidados continuam e a atenção desta fase é para a prevenção das doenças metabólicas (diabetes, obesidade e hipertensão arterial) e neurodegenerativas (como Alzheimer e Parkinson). Com isso, o acompanhamento médico torna-se fundamental.

cada fase, novas mudanças

Confira as principais mudanças em cada fase da vida da mulher.

MUDANÇAS CORPORAIS, HIGIENE ÍNTIMA, PRIMEIRA MENSTRUAÇÃO E ORIENTAÇÕES

Corpo em transformação, a menina ainda está se descobrindo. Novas experiências surgirão, entre elas, a primeira menstruação (menarca). Os hormônios são intensos, influenciando no comportamento e no humor. Com isso, é recomendado o início de acompanhamento com o ginecologista e atenção à saúde mental e emocional.


As mudanças ocorrem na puberdade, que acontece entre 8 e 13 anos.

  • Crescimento dos pelos pubianos;
  • Mudanças nos órgãos genitais;
  • Crescimento das mamas;
  • Aumento do suor;
  • Pele e cabelos mais oleosos;
  • Secreções;
  • Corpo ganha mais curvas.

A menstruação é um acontecimento normal do organismo da mulher, sendo caracterizado como a preparação biológica para a reprodução humana. A menarca (primeira menstruação) ocorre, em média, aos 12 anos, complementando as mudanças ocorridas na puberdade.

Menstruação precoce

Ocorre quando a menina tem a puberdade precoce, antes dos 8 anos. Neste caso, é recomendado procurar um pediatra, além de acompanhar a reação da criança com as mudanças.

Tensão Pré-Menstrual

A famosa TPM é a junção de sinais físicos e psíquicos manifestados pela mulher, no período que antecede a menstruação (geralmente dois a três dias antes). Os principais sintomas são: depressão, ansiedade, baixa autoestima, sensação de inchaços, sensibilidade nos seios, desconfortos pélvicos e dores de cabeça. A prática de atividade física ajuda a amenizar esses sintomas.

Nesta faixa etária, é necessário mais cuidado com a higiene íntima, para evitar infecções, como a cistite (tipo de infecção urinária, que afeta a bexiga). Também é importante realizar a imunização contra o vírus HPV (prevenção do câncer de colo do útero), além de observar alteração de comportamento e cuidar da saúde mental.

Mobirise

ACOMPANHAMENTO REGULAR, COLESTEROL, TRIGLICÉRIDES, HORMÔNIOS E GLICOSE

A partir dos 20 anos, a mulher entra no auge da vida reprodutiva. A produção de hormônios está acentuada, sendo os principais o estrogênio e a progesterona, que são produzidos pelos ovários. Nesta fase, o acompanhamento ginecológico passa a ser anual, com a realização de exames preventivos, como o Papanicolau, a ultrassonografia das mamas e transvaginal, além do controle de glicose, colesterol, triglicérides, tireoide e hormônios.


Hormônios

Nesta fase da vida, a mulher está com a produção de hormônios acentuada. Com isso, é recomendado realizar acompanhamento com um endocrinologista, para que possa ter um desenvolvimento saudável e equilíbrio das funções metabólicas. Conheça os principais hormônios femininos.


Estrogênio

Produzido desde a adolescência até a menopausa, este hormônio é responsável por definir as características sexuais da mulher, entre elas, o crescimento das mamas e do útero. Em deficiência, pode ocasionar osteoporose, perda de memória, insônia e infertilidade. Em níveis altos, pode acarretar dor de cabeça, risco de trombose, náuseas e vômitos.

Progesterona

Produzido principalmente pelo ovário, a principal função deste hormônio é o preparo do útero para o recebimento do embrião. Em excesso, pode causar sonolência, acnes, humor depressivo e constipação. Em falta, pode ocasionar infertilidade e irregularidade no ciclo menstrual.

Mobirise

Melatonina

Popularmente conhecido como “hormônio do sono”, está relacionado ao ciclo da ovulação. Em níveis excessivos, pode desenvolver tumores no sistema genital feminino. Em deficiência, pode gerar distúrbio na ovulação e endometriose.

Cortisol

Hormônio produzido pelas glândulas suprarrenais, tem como principal função proteger o sistema imunológico, por exemplo, combatendo inflamações, alergias e alguns tipos de câncer. Em excesso, pode causar perda de cabelo, insônia e lenta cicatrização. Em quantidade insuficiente, pode provocar fadiga, falta de apetite, estresse e ansiedade.

Mobirise

Prevenir é o melhor remédio! Nesta etapa, é recomendada a realização de alguns exames preventivos, entre eles, o Papanicolau (ou Colpocitologia oncótica, principal exame para detectar o câncer de colo do útero). Também é necessário fazer acompanhamento dos níveis de colesterol, triglicérides, hormônios e glicose (feitos pelo exame de sangue), para prevenir e controlar doenças metabólicas (diabetes, obesidade e hipertensão arterial). Consulte seu ginecologista para a avaliação clínica periódica e a indicação dos exames necessários (laboratoriais e de imagem).

É importante ficar atenta à prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis. As principais ISTs são:

  • HIV/Aids (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida);
  • Vírus do Papiloma Humano – HPV (a vacina é indicada entre 9 e 14 anos);
  • Hepatite B (recomenda-se a imunização desde bebê);
  • Sífilis;
  • Gonorreia;
  • Herpes genital;
  • Tricomoníase (infecção que pode evoluir para uretrite, vaginite ou cistite).

Além da contaminação por relações sexuais, a Aids e a Hepatite B podem ser transmitidas por contato sanguíneo. Por isso, é fundamental levar o próprio material à manicure. Previna-se!

Mobirise

MENOPAUSA, OSTEOPOROSE, PREVENÇÃO DO CÂNCER, ALTERAÇÕES HORMONAIS

A partir dos 40 anos, o organismo da mulher passa por mais transformações. Os primeiros sinais da menopausa começam a aparecer, juntamente com as alterações hormonais. A prevenção do câncer de mama e colorretal passa a ser mais prevalente, assim como da osteoporose. Além disso, exames de sangue e ginecológicos são recomendados para esta etapa.


Menopausa

Assim como a primeira menstruação é um acontecimento normal do organismo da mulher, a menopausa também é um processo natural feminino. As mulheres já nascem com a quantidade de óvulos que serão produzidos no decorrer da vida. A menopausa é o nome da última menstruação, que ocorre por volta dos 45 anos, marcando o fim do período reprodutivo da mulher.




Climatério

A menopausa faz parte do climatério, que é o período de transição entre a fase reprodutiva e da pós-menopausa. Geralmente, tem início por volta dos 40 anos e se estende até os 65 anos. Não é uma doença. É um processo natural do organismo da mulher, podendo ou não apresentar os mesmos sintomas da menopausa.


A prevenção do câncer de mama e colorretal passa a ser mais prevalente,
além disso, a osteoporose também merece uma atenção especial.

Veja abaixo os principais cuidados e previna-se!


Nesta fase, também aumenta os cuidados preventivos com o câncer de mama. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), as estimavas, para 2020, são de 66.280 novos casos.

30%

Cerca de 30% dos tumores podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis.


Fatores de risco

1

• Obesidade e sedentarismo;

2

• Tabagismo e Consumo de bebida alcoólica;

3

• Primeira menstruação antes dos 12 anos;

4

• Exposição frequente a radiações ionizantes (Raios-X);

5

• Primeira gravidez após os 30 anos;

6

• Menopausa após os 55 anos;

7

• Uso de contraceptivos hormonais;

8

• História familiar de câncer de ovário ou de mama.


Sintomas

É muito importante que as mulheres observem suas mamas e realizem o autoexame. Identificando possíveis alterações, é recomendável procurar imediatamente um especialista para avaliação diagnóstica.


Diagnóstico precoce

Quando os tumores são descobertos em fases iniciais, as chances de cura são maiores. Especialistas recomendam fazer o exame de mamografia a partir dos 40 anos, como forma de prevenção e rastreamento da doença.


A osteoporose é a perda acelerada da massa óssea e a diminuição da absorção de minerais e de cálcio, causando o enfraquecimento ósseo e maiores riscos de queda e fraturas. A mulher tem maior predisposição para desenvolver a “doença dos ossos”: cerca de três em cada quatro pacientes são do sexo feminino. É recomendado fazer acompanhamento com um geriatra para a prevenção e o diagnóstico precoce da osteoporose.


Confira ações diárias que auxiliam na prevenção da osteoporose.

• Dieta rica em cálcio;
• Evitar o tabagismo e o consumo excessivo de cafeína;
• Manter uma vida ativa e a prática regular de exercícios físicos*;
• Evitar movimentos bruscos e a rotação do tronco ou sobrecarga da coluna vertebral.

*Exercícios mais indicados: caminhada, corrida, bicicleta, dança, ginástica de solo e musculação.


O câncer de cólon e reto, ou colorretal, é o segundo tipo de tumor que mais afeta as mulheres (9,2%). Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), em 2020, há estimava de 20.470 novos casos. A prevenção começa com uma alimentação saudável e com a realização do exame de Colonoscopia, recomendável a partir dos 45 anos.

Mobirise
  • Dieta rica em carnes vermelhas e gorduras, e pobre em fibras;
  • Excesso de alimentos processados e defumados;
  • Obesidade e sedentarismo;
  • Tabagismo e etilismo;
  • História pessoal ou familiar de pólipos ou câncer intestinal;
  • Síndromes genéticas (poliposes).
  • Doenças inflamatórias intestinais (retocolite ulcerativa ou Doença de Crohn).
  • Sangramento nas fezes;
  • Alteração do hábito intestinal (diarreia ou constipação, associada ou não a dor abdominal);
  • Anemia, fraqueza e perda de peso;
  • Evacuação incompleta.

Diagnóstico precoce

Na fase inicial, a doença é assintomática. Assim, é extremamente importante a realização do exame preventivo para o diagnóstico precoce e consequente aumento das chances de cura. A Colonoscopia é o exame mais eficaz para a prevenção do câncer de intestino. As imagens revelam as condições do colón, canal anal e reto, auxiliando no diagnóstico precoce.

CHECK-UP ANUAL, PREVENÇÃO DE DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS

A maturidade chegou, e os cuidados continuam! A partir dos 50 anos, a prevenção de doenças metabólicas (hipertensão arterial, diabetes e obesidade) é fundamental. Os problemas neurodegenerativos (Alzheimer e Parkinson) e reumatológicos (Artrose, Lúpus, Fibromialgia, entre outros) também merecem atenção. Assim como a continuidade dos cuidados preventivos com a osteoporose, o câncer de mama, de útero e colorretal.


O metabolismo entra em mudança, tornando o cuidado com a alimentação e atividades físicas ainda mais importante.


Hipertensão Arterial Sistêmica

A HAS é uma doença crônica e tem como característica os níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias. Se não tratada, ela pode desencadear infarto, Acidente Vascular Cerebral (AVC), insuficiência cardíaca e renal.

HAS

Prevenção:

Alimentação balanceada, com a redução do consumo de sal (até 6g por dia); prática regular de atividade física; não fumar; combate à obesidade; redução do estresse; evitar consumo excessivo de álcool.


Diabetes

É uma doença crônica caracterizada pelo aumento da glicose no sangue, por uma deficiência na produção e/ou ação da insulina do paciente. Os principais tipos da diabetes são:

T1

TIPO 1

Autoimune, geralmente diagnosticado na infância

T2

TIPO 2

Descoberto na vida adulta, muitas vezes, assintomático

Prevenção

Evitar o excesso de peso, além de alimentos ricos em gordura e açúcar; praticar atividade física regularmente; realizar exames periódicos.


Obesidade

É o excesso de peso ocasionado pelo acúmulo de gordura no organismo, causado pelo desequilíbrio entre o ganho e o gasto energético. Diabetes, Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), dislipidemia (colesterol e triglicérides altos) e apneia obstrutiva do sono estão associadas à obesidade.

Prevenção Obesidade

Prevenção:

Evitar alimentos industrializados e ricos em gorduras, excesso de doces, frituras, refrigerantes e bebidas alcoólicas; devem fazer parte da dieta: carnes magras, vegetais, frutas e massas integrais; prática regular de atividade física.


Alzheimer

Com causa desconhecida, o Alzheimer é uma doença neurodegenerativa que manifesta declínio das funções cognitivas, afetando a vida social do paciente. Perda de memória recente, repetição da mesma pergunta várias vezes, incapacidade de elaborar estratégias, dificuldade para dirigir e encontrar locais conhecidos são alguns dos sintomas.


Parkinson

É uma doença neurológica causada pela morte das células do cérebro. O Parkinson é prevalente em pacientes a partir dos 70 anos, porém, pode surgir entre 55 a 60 anos. Lentidão dos movimentos, tremores nas extremidades das mãos, distúrbios na fala e dificuldade para engolir são alguns dos sintomas.


O Alzheimer e o Parkinson podem ser prevenidos com a prática regular de atividades físicas, alimentação saudável, não fumar e não beber. Além disso, é fundamental exercitar o cérebro com jogos de raciocínio, leitura, cálculos, entre outras atividades.

© Copyright 2020 Hospital Santa Virgínia - Todos os direitos são reservados
 
Vector created by pikisuperstar - www.freepik.com