Hospital Santa Virginia - Institucional - Notícias



27/11 - Nossa Senhora das Graças

Nossa Senhora das Graças ou Nossa Senhora da Medalha Milagrosa apareceu para Santa Catarina Labouré em 27 de novembro de 1830. Ela era uma noviça das Irmãs da Caridade em Paris, na França. A aparição aconteceu por pedidos fervorosos de Santa Catarina Labouré, pois a França passava por momentos complicados naquela época.

Para atender a prece de Santa Catarina Labouré, Nossa Senhora das Graças pediu que ela produzisse uma medalha com a imagem de sua aparição e falou que todos que a usassem alcançariam sua graça. 

De acordo com a tradição, a Medalha Milagrosa representa a bondade da Virgem Maria com os pecadores.

Na medalha, Nossa Senhora das Graças aparece em cima do globo terrestre, significando que, além de ser a intercessora no céu, Ela é a Rainha na Terra e em todo Universo.

Em sua imagem, a Virgem Santíssima pisa na cabeça da serpente simbolizando o demônio, que tenta levar a humanidade para o inferno. Desde os primórdios, foi traçada a batalha entre o bem e o mal. “Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.” (Gn 3. 15). Maria representa a Eva do novo testamento, que, junto com Jesus, destrói o pecado e protege seus filhos de todos os males, levando à Salvação.

De alguns de seus dedos, sai raio de luz, que representa as graças concedidas pela Virgem. Dos outros dedos, a luz simboliza as graças que os homens não lhe pediam e que a Santíssima queria dar.

Na Medalha Milagrosa, encontra-se a frase que a Santíssima falou pra Santa Catarina Labouré em nome da fé, perseverança e devoção. “Ó Maria, concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós”.

No verso da Medalha, possui um M, que representa a Virgem Maria. A cruz simboliza Jesus Cristo que morreu pelos seus filhos. Em torno da Cruz, há 12 estrelas, que remetem a uma coroa da Rainha do Céu e da Terra e a seu poder sobre a criação e a humanidade. 

Oração a Nossa Senhora das Graças

Ó Imaculada Virgem Mãe de Deus e nossa Mãe, ao contemplar-vos de braços abertos derramando graças sobre os que vo-las pedem, cheios de confiança na vossa poderosa intercessão, inúmeras vezes manifestada pela Medalha Milagrosa, embora reconhecendo a nossa indignidade por causa de nossas inúmeras culpas, acercamo-nos de vossos pés para vos expor, durante esta oração, as nossas mais prementes necessidades (momento de silêncio e de pedir a graça desejada).

Concedei, pois, ó Virgem da Medalha Milagrosa, este favor que confiantes vos solicitamos, para maior Glória de Deus, engrandecimento do vosso nome, e o bem de nossas almas. E para melhor servirmos ao vosso Divino Filho, inspirai-nos profundo ódio ao pecado e dai-nos coragem de nos afirmar sempre como verdadeiros cristãos. Amém.

Rezar 3 Ave-Marias. Depois: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós.”

Fonte: Portal A12 e Canção Nova  

Bootstrap Slider
 Imprensa  Centenário  Contato
Av. Celso Garcia, 2.294 - Belenzinho - SP
Hospital Santa Virgínia © 2018