Hospital Santa Virginia - Institucional - Notícias



Novos voluntários

Neste ano, o Programa Ação Solidária passou a contar com a participação de oito novos voluntários do HSV: Adriana Teixeira dos Reis, encarregada de atendimento; Jenilucia Silva Lins, recepcionista; Anselmo do Carmo da Cunha e Eldo Rodrigues dos Santos, da Manutenção; Maria Teresa Canegrati, do Marketing; Elaine Gobetti Moraes Santos, auxiliar-administrativa; Mônica Fernandes de Azevedo, supervisora de Contabilidade e Nelson Corazza Junior, médico bucomaxilo facial. 

Para a gerente de Humanização, Claudia Canegrati, a participação de novas pessoas renova as energias do grupo e ajuda a conferir ainda mais credibilidade ao trabalho desenvolvido. “Quanto mais pessoas participarem, mais mostraremos a seriedade com que o projeto é realizado”, enfatiza.

Voluntários fazem um balanço da viagem 

A minha primeira visita a Vinhático foi uma experiência muito gratificante. Pude ver que, com um pouco da nossa ajuda, as Irmãs que atuam no local conseguem fazer muito por aquelas crianças. Foi bonito ver que a comunidade reconhece o trabalho desenvolvido por elas, que vai muito além de ações assistencialistas. Nosso grupo já identificou algumas crianças com necessidades de tratamentos restauradores e, dessa forma, estabelecemos uma sequência de prioridades que contemplem a assistência odontológica. Quero agradecer a toda comunidade do HSV pelo convite para fazer parte desse grupo e poder contribuir para um projeto tão importante para aquela comunidade.

Dr. Nelson Corazza, médico bucomaxilo facial

“Nessa segunda visita a Vinhático, foi possível comparar o desenvolvimento das crianças e jovens atendidos pela instituição com o ano anterior. Nos atendimentos de 2015, identificamos que eles estavam com peso e altura abaixo da média para a idade, tendo como referência a curva de crescimento*. Agora, comprovamos que estão mais saudáveis. Muito da evolução dos índices de desenvolvimento deles se deve à melhora da qualidade da alimentação, oferecida pelas Irmãs da instituição com o apoio do Programa Ação Solidária. Esse progresso mostra que todo o trabalho realizado naquela comunidade, incluindo as palestras de higiene e cuidados pessoais, faz muita diferença. Um ponto importante dessa visita foi perceber que agora há uma proximidade maior entre a população e os voluntários. Além disso, acho fantástico o trabalho em grupo, pois sozinho, eu não faria nada, aliás, ninguém faria nada. Porém, juntos, somos ainda mais fortes.

Dr. Emílio Ciccone, médico pediatra 

*Curva de crescimento: tabela de crescimento e idade estabelecida pela Sociedade Brasileira de Pediatria, com base nas definições da Organização Mundial da Saúde (OMS)

A disposição de todos os voluntários durante a viagem me impressionou muito. Alguns praticamente não dormiram para que todos os eventos fossem realizados da melhor forma possível. Os médicos e enfermeiros do grupo também foram incansáveis nos atendimentos. Uma situação, em especial, me emocionou bastante. Há dois anos, doei um vestido que não servia mais na minha filha. Durante a visita, vi uma menina usando-o. Naquele momento, uma felicidade tomou conta do meu coração, pois percebi que a minha doação fez a diferença na vida daquela garotinha. Fui até ela e apenas lhe pedi um abraço e uma foto comigo. Voltei da viagem mais rigorosa com meus filhos em relação a desperdícios. Mas, principalmente, valorizando ainda mais a vida e a minha família.

Elaine Gobetti Moraes Santos, auxiliar-administrativa

Sou pai e me emocionei diversas vezes durante a viagem, mas ver algumas crianças sem ter um calçado para colocar nos pés me marcou demais... Já no primeiro dia, percebi o empenho de todos os colegas, que não se importavam com a aparência ou o cargo que ocupam no hospital. Lá, todos estavam envolvidos em melhorar a vida daquelas crianças. Consegui conversar com alguns jovens sobre educação e valores familiares, como respeitar os pais e evitar más companhias. Contei um pouco da minha história de vida e falei sobre a importância de manter os sonhos vivos e a esperança de um futuro melhor. Certamente, essa viagem mudou a minha vida e o modo como estou criando os meus filhos. Agora, sou ainda mais firme com eles ao descartar alguma roupa ou calçado e, principalmente, alimentos.

Eldo Rodrigues dos Santos, que atua na área de Manutenção

Com essa viagem, conheci de perto a seriedade do Programa Ação Solidária. A iniciativa já melhorou muitas coisas na vida das crianças, mas ainda temos muito o que fazer por elas. Lá, percebi que, quando ajudamos uma criança com orientações ou até mesmo uma conversa, também estamos ajudando suas famílias e toda a comunidade. Lá, percebi o quanto a nossa presença e a nossa ajuda são importantes para as crianças. Assim como alguns colegas, estou mostrando para os meus filhos a importância de dar mais valor à comida, à nossa casa e, principalmente, à nossa família. O HSV, por meio desse projeto, é uma instituição que se preocupa com o próximo e ainda nos incentiva a fazer o mesmo. Aqui, temos um motivo a mais para nos orgulhar e trabalhar com alegria.

Anselmo do Carmo da Cunha, que atua na Manutenção

Eu já sabia que a região sofre com a falta de diversos recursos. Mesmo assim, não foi fácil ver de perto a dura realidade em que muitos moradores de Vinhático vivem. Lá, fomos acolhidos com muita alegria e carinho pelas Irmãs, por toda a comunidade e pelas crianças, que vestiram suas melhores roupas (muitas doadas por meio do projeto) para nos receber. Tivemos vários momentos especiais, que tornaram a realidade deles menos dura, como a festa, o jantar surpresa e a homenagem na missa. Essa experiência foi gratificante, pois pude perceber o empenho e a dedicação de todos os colegas aqui do hospital em fazer o melhor para aquelas crianças. Agora, o trabalho continua para que possamos arrecadar mais doações e continuar contribuindo para melhorar a vida daquelas crianças.

Maria Teresa Canegrati, do Marketing

Fonte: Comunica – Assessoria em Comunicação 

 Imprensa  Centenário  Contato
Av. Celso Garcia, 2.294 - Belenzinho - SP
Hospital Santa Virgínia © 2018