Hospital Santa Virginia - Institucional - Notícias



Varizes: como prevenir e tratar

Dr. Ricardo Tebaldi, cirurgião vascular do Hospital Santa Virgínia, explica os principais métodos para a prevenção e o tratamento das veias dilatadas

Elas são incômodas e esteticamente indesejadas. Mas 60% das mulheres com mais de 50 anos terão algum grau de manifestação das famosas varizes. Estima-se que 40 milhões de brasileiros sofram com a doença. Confira as orientações do Dr. Ricardo Thomaz Tebaldi, responsável pelo serviço de Cirurgia Vascular e Endovascular do Hospital Santa Virgínia (HSV), e saiba como prevenir e tratar as varizes.

O que são varizes? 

Também chamadas de “veias doentes”, as varizes são dilatações e deformações de veias que apresentam um fluxo sanguíneo invertido (refluxo venoso), manifestando-se com o acúmulo de sangue no vaso. A doença ocorre cinco vezes mais em mulheres do que em homens e, geralmente, atinge pessoas que permanecem muito tempo na mesma posição.

Quais são as causas?

As varizes costumam aparecer, principalmente, em mulheres a partir dos 35 anos, e são causadas, na maioria das vezes, por fatores genéticos

Leia também: “Lúpus: doença típica de mulher?”

Existem fatores de risco?

Apesar de a genética ser a principal causa, outros fatores podem influenciar e agravar o surgimento de varizes, como a obesidade, gravidez, vida sedentária, uso de anticoncepcionais ou reposição hormonal, além do tabagismo.

Como prevenir as varizes?

A prevenção passa por criar hábitos saudáveis, combatendo o sedentarismo e o sobrepeso, que prejudicam o organismo. Os exercícios físicos são prioridade na lista de cuidados. Por exemplo, as caminhadas auxiliam no fortalecimento da musculatura, que funciona como uma bomba que impulsiona o sangue para o abdômen, evitando, assim, o refluxo venoso, e possibilitando o retorno sanguíneo adequado. 

Como é feito o diagnóstico?

Além da avaliação clínica no consultório, existem exames indicados para o diagnóstico e o tratamento das varizes, desde os graus mais leves até os mais avançados. O exame mais comum é o Ultrassom com Doppler colorido.

Tratamento no Hospital Santa Virgínia

O HSV reúne todos os recursos necessários para o tratamento de varizes, contando com equipe de especialistas em Angiologia e Cirurgia Vascular. O hospital realiza os principais exames clínicos e de apoio diagnóstico. O tratamento, em casos mais simples, contempla a escleroterapia de varizes (é realizada a injeção, nos vasinhos, de glicose 75%, espumas de polidocanol e aplicação de laser em vasos resistentes). Já em estágios avançados, há a opção de cirurgias tradicionais ou endovenosas (laser e radiofrequência), além da técnica de espuma densa, em situações específicas de pacientes com risco cirúrgico. O HSV possui um equipado Centro Cirúrgico e o setor de Hemodinâmica, para a realização de procedimentos de alta complexidade e intervenções minimamente invasivas. Conta, ainda, com o Day Clinic (Hospital Dia), com estrutura moderna e comodidade ao paciente, que recebe alta no mesmo dia. 

Veja outras doenças comuns em mulheres:

Fibromialgia: já ouviu falar?

Infecção urinária: como se prevenir?

Artrite reumatoide: doença das articulações

Osteoporose: saiba como prevenir

Fonte: Assessoria de Comunicação do Hospital Santa Virgínia

Publicado em: 19/11/2019

 Imprensa  Centenário  Contato
Av. Celso Garcia, 2.294 - Belenzinho - SP
Hospital Santa Virgínia © 2018